Mulher Maravilha (Legenda Fixa)

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Mulher Maravilha (em inglês, Wonder Woman) é um filme americano de super-herói de 2017 baseado na personagem homônima da DC Comics e distribuído pela Warner Bros. Pictures. É o quarto filme do Universo Estendido DC. O filme é dirigido por Patty Jenkins, com um roteiro de Allan Heinberg.

O elenco é composto por Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, Danny Huston, David Thewlis, Connie Nielsen e Elena Anaya.

O filme conta a história da Princesa Diana, que cresce na ilha de Themyscira. Depois que o piloto americano Steve Trevor cai no mar da ilha e é resgatado por Diana, ele fala sobre a Primeira Guerra Mundial. Ela então deixa sua casa para tentar acabar com o conflito.

20 Downloads

O desenvolvimento de um filme da Mulher Maravilha estava em andamento desde 1996, com o projeto passando por várias pessoas. Jenkins assinou para dirigir em 2015. As filmagens começaram no final de novembro de 2015, com filmagens ocorrendo no Reino Unido, França e Itália antes de terminar em 19 de maio de 2016, o 123º aniversário do criador da personagem, William Moulton Marston. Também ocorreram filmagens adicionais em novembro de 2016. Jenkins é a primeira mulher a dirigir um filme de super-herói com uma protagonista feminina.[4]

Mulher Maravilha estreou em Xangai em 15 de maio de 2017 e foi lançado em 3D e IMAX 3D em 02 de junho de 2017 nos Estados Unidos e 01 de junho de 2017 no Brasil. Recebeu comentários bastante positivos dos críticos, com muitos elogios a direção, atuações e trilha sonora.

Índice

1 Enredo
2 Elenco e personagens
3 Produção
3.1 Primeiras tentativas
3.2 Desenvolvimento
3.3 Filmagens
3.4 Pós-produção
3.5 Música
4 Lançamento
4.1 Marketing
5 Recepção
5.1 Bilheteria
5.2 Crítica
6 Sequência
7 Referências
8 Ligações Externas

Enredo
Gtk-paste.svg Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo.

Nos tempos atuais, após os eventos de Batman v Superman: Dawn of Justice, Diana Prince, que trabalha no Departamento de Antiguidades do Museu do Louvre,[5] recebe uma fotografia da Primeira Guerra Mundial de seu correio pela Wayne Enterprises e lembra seu passado.

Diana nasceu e cresceu na ilha escondida de Themyscira, lar da raça Amazona de mulheres guerreiras criadas pelos deuses do Monte Olimpo para proteger a humanidade contra a corrupção de Ares, o Deus da Guerra. No passado distante, Ares matou todos os olímpicos, mas seu pai mortalmente ferido, Zeus, o derrotou. Antes de sucumbir aos seus ferimentos, Zeus deixou as amazonas uma arma capaz de matar seu filho renegado: a “Godkiller”, que Diana acredita ser uma espada cerimonial. Rainha Hipólita, a mãe e a rainha das Amazonas, de Diana, acreditam que Ares nunca mais retornará e, portanto, proíbe Diana de treinar como guerreira, mas Diana e sua tia, General Antíope, desafiam a rainha e começam a treinar em segredo. Quando as duas são descobertas pela Hipólita, a Antiope convence sua irmã para permitir que o treinamento de Diana continue.

Quando jovem, Diana resgata o capitão Steve Trevor, um piloto com as Forças Expedicionárias Americanas,[6] depois que seu avião cai fora da costa de Themyscira. A ilha logo é invadida pelo grupo de pouso de um cruzador alemão que persegue Steve. As amazonas se engajam e matam todos os marinheiros alemães, mas Antiope morre interceptando uma bala alemã para Diana. Interrogado com o Laço da Verdade, Steve revela que a Primeira Guerra Mundial está furiosa no mundo exterior e que ele é um espião aliado. Ele roubou um caderno com uma valiosa informação da cientista espanhola Isabel Maru, também conhecida como “Doutora Veneno”, que está tentando engenharia de uma forma mais mortal de gás mostarda sob as ordens do general Erich Ludendorff. Acreditando que Ares é responsável pela guerra, Diana se arma com a espada cerimonial e deixa Themyscira com Steve para encontrar e destruir Ares.

Quando os dois chegam a Londres, entregam o caderno de Maru aos superiores de Steve, incluindo Sir Patrick Morgan, que está tentando negociar um armistício com a Alemanha. Diana traduz as notas de Maru e revela que os alemães planejam liberar o gás mortal na guerra. Embora proibido por seus comandantes de agir, Steve, com o financiamento secreto de Sir Patrick, recruta espião Sameer, o ator Charlie e o contrabandista Chief para ajudar ele e Diana a se infiltrar em linhas inimigas e evitar que o gás seja liberado. Quando a equipe atinge a Frente Ocidental na Bélgica, eles são interrompidos por metralhadoras inimigas, mas Diana sai sozinha no meio da Terra de ninguém e reúne as forças aliadas por trás dela para libertar a aldeia de Veld. A equipe comemora e tira a fotografia do grupo vista no início do filme. Mais tarde naquela noite, Diana e Steve compartilharam um beijo e fica implícito que passaram a noite juntos.

A equipe descobre que uma gala será realizada no Alto Comando Alemão. Steve se infiltra na festa, com a intenção de localizar o gás mostarda e destruí-lo. Diana, no entanto, acredita que Ludendorff é Ares e quer matá-lo para acabar com a guerra. Steve a impede de evitar soprar a capa e comprometer a missão. Ludendorff desencadeia o gás mostarda em Veld, matando todos os seus habitantes. Diana culpa Steve por intervir e persegue o general a uma base militar onde o gás está sendo carregado em um bombardeiro para Londres. Diana luta e mata Ludendorff, que é fisicamente aprimorado por outro dos gases da Dr. Maru, mas fica abatida quando sua morte não para a guerra.

Sir Patrick aparece e revela que ele é realmente Ares. Ele diz a Diana que, embora tenha sutilmente dado ideias e inspirações humanas, a decisão da humanidade é a causa da guerra e da violência. Depois de destruir a espada cerimonial, Ares revela que Diana é a verdadeira “Godkiller”: ela é filha de Zeus e Hipólita. Ares tenta convencer Diana de que a humanidade é intrinsecamente corrupta e que ela deve ajudá-lo a destruir a humanidade para restaurar o paraíso na Terra. Enquanto a batalha e o resto da equipe de Steve destroem o laboratório da Dr. Maru, Steve se sacrifica pilotando o bombardeiro transportando o gás para uma altitude segura, resultando em uma explosão ardente no Céu para evitar que o gás atinja seu destino. Ares tenta aproveitar a fúria de Diana da morte de Steve, convencendo-a de matar uma desamparada Dr. Maru, mas as lembranças de Diana de Steve a inspiraram que os humanos são bons dentro deles e ela poupa Maru por misericórdia antes de dominar e destruir Ares. De volta a Londres, a nação celebra o fim da guerra.

Nos tempos atuais, Diana envia um e-mail para Bruce Wayne agradecendo pela foto e reafirma sua missão para proteger toda a vida como Mulher Maravilha.